Olha só, eu aparecendo por aqui de novo. Quem diria…

Eu sempre fui aquela pessoinha querida que marcava os encontrinhos com as amigas e faltando um dia (as vezes até no mesmo dia – que feio, eu sei) acabava cancelando. Às vezes por estar muito cansada do trabalho, mas na maioria delas por pura preguiça de sair de casa. Sim. Alma de velha bem velha e ranzinza. Adoro bater perna se já estou na rua, na onda, me deixando levar pela maré. Mas depois que entro em casa não há o que me faça sair de novo.

Bem, não havia, né!

De tanto ver memes sobre o tema no Facebook comecei a me sentir meio culpada de dar bolo nas pessoas. Ah, o poder dos memes. Hahaha! E passei a trabalhar melhor essa situação dentro de mim, no fundinho da minha alma, fiz todo um convencimento de que: sim, é legal sair mesmo depois de já estar em casa. As amigas merecem. Eu mereço. E é uma bela de uma oportunidade de conhecer lugares bacanudos. Como esse do post de hoje, o UM Bar & Cozinha, comandado dentro da loja de vinhos Grand Cru pelo chef Carlos Kristensen – o mesmo do Hashi Art Cuisine. Achado maravilhoso da minha querida amiga Kerlen, o segundo achado, diga-se de passagem e aliás, estamos colecionando bons lugares.

Recém aberto, a primeira impressão logo na entrada é de admiração mesmo. O espaço é imenso, com um pé direito invejável, com uma mobília super contemporânea e aquela pegada industrial que orna muito com um espaço assim. Logo que passamos pela área de vinhos já avistamos as mesas, o sofá, o bar e uma mesa coletiva rustica linda de viver (ah, e ainda tem uma varandinha bem bacana, mas acabei esquecendo de fotografar):

O espaço é realmente surpreendente, me impressionou muito. O atendimento, apesar de estarem em soft opening no dia, foi super atencioso e nada demorado.

Eles tem também uma ótima carta de vinhos, claro. Mas nesse dia estamos em intervalo de almoço e não cairia bem chegar no trabalho altinhas, né. Acho.

Pra começar, eles oferecem uma garrafa de água potável na mesa, cortesia, como na França – embora eu fique feliz em dizer que muitos lugares por aqui tem adotado esse agrado para os seus clientes, acho fofo. Bem bacana da parte deles. <3

Aí, a moça chegou com essa meia fatia de pão artesanal – daqueles com a casca mega crocante e fofinho por dentro – com uma pastinha deliciosa, combinação mais que perfeita pra quem é fã de pães como eu!

Como entradinha, eu poderia escolher entre um caldo de feijão branco (que a minha amiga e companheira de “- Vamos? Vamos.” amou) ou essa saladinha verde (escolhi ela porque ando muito nessa onda de comer saladas) orgânica, com folhas diversas, brotinhos, pesto de urtiga (sim, olha as PANCs aí, gente, quase tudo que vem da terra é alimento pra nós), peixinho à milanesa – que não é peixe, é folha. Nem sei como explicar, é muito sabor de verdade, muita cor, delicioso mesmo.  <3

De uns tempos pra cá eu notei uma mudança muito boa na minha alimentação, naturalmente fui cortando as coisas que faziam mal, os alimentos ultra-processados. Cinco anos sem açúcar e afins (sim, nem adoçante, nem mascavo, nem nada) absolutamente. De café a limonada, puríssimos. Biscoitos só em momentos que realmente não tenho outra opção. Não que eu não saia da linha às vezes, embora a intolerância a lactose me limite bastante, eu dou minhas escapadinhas, sim. Humanos, somos.

Voltando, o prato principal foi um frango grelhado com esse molho que se chama Satay. E pelo que entendi, é uma receita tailandesa feita leite de coco e alguma coisa com amendoim, mas posso resumir dizendo que é um sabor meio viciante, agridoce, muito gostoso mesmo. Pra acompanhar, arroz vermelho e vagem holandesa. Muita gente torce o nariz pro arroz vermelho ou negro, mas sério, provem. É um arroz muito saboroso e nutritivo. Nunca imaginei que diria isso um dia, o que prova que vocês realmente tem que experimentar da próxima vez que virem em algum cardápio.

E depois de tanto tempo eu encontrei você… Sobremesa danada, com doce de leite mineiro e mini churros. Um verdadeiro veneno pra quem tem intolerância à lactose, mas quem disse que nesse dia eu liguei? A foto não fez jus a delícia dessa pequenina sobremesa. Docinhos são sempre bem vindos. Não sei vocês, mas eu não consigo nem pensar em almoçar se não tiver uma sobremesa no final, não, gente!

Enfim, um novo lugar pra experimentar em Porto Alegre, pra complementar a cena gastronômica aliada ao projeto do próprio Carlos Kristensen, chamado Internacionalmente Local, onde ele busca conhecer mais profundamente os produtos e produtores locais, trazendo suas descobertas para a cozinha.

É um trabalho de valorização dos produtos locais que vem crescendo, e que bom que tem muita gente preocupada e interessada em fazer crescer esse movimento e em tornar esses produtos internacionalmente conhecidos e os produtores, reconhecidos. No restaurante mesmo eles tem um empório onde podemos comprar e trazer pra casa produtos artesanais. Isso é um assunto que me interessa bastante e que rende. Estamos mesmo transformando a forma como vemos os alimentos, pensando melhor no que colocamos na mesa ou no que consumimos nos restaurantes, isso é uma onda muito positiva. Que cada vez mais pessoas se envolvam de verdade com o tema.

Pra terminar e não deixar esse texto infinito, só lamentamos que o tempo foi curto demais e não deu tempo de provar um café, mas nós descobrimos que eles servem os grãos da Unique Cafés, torrefação de cafés especiais bem conhecida, do interior de Minas Gerais, já provei algumas vezes em outros lugares e é um café muito bom.

E como ficamos sonhando com os ovos beneditinos da foto de divulgação deles sobre o brunch – sim, eles servem um brunch todos os sábados que é algo – ficou estabelecido que precisamos de um repeteco nesse lugarzinho que já conquistou nosso coração mole. Num sábado qualquer aí, desses que “-Vamos? -Claro, só se for agora!”.

Quem quiser acompanhar o cardápio do dia e as novidades, segue eles no Instagram >UM Bar & Cozinha

Aqui, a publicação deles pra abrir o apetite: Ovos Beneditinos <3

 

Onde fica: Av. Mariland, 1388 – Mont Serrat (esquina com a rua Anita Garibaldi)

Porto Alegre – RS

Fone: (51) 32396751 (liguem para confirmar horários ou fazer reserva)

Fotos: arquivo pessoal

Uma semana incrível pra nós todos! (eu sigo de férias, rumo a Curitiba nos próximos dias, oba)

Beijão,

2 pessoinhas leram, curtiram e recomendam este post!

Nine Copetti

Dizem por aí que já nasci com um livro embaixo do braço. Ando pelas ruas com o olhar pro alto a procurar nuvens que sejam algodão doce e passarinhos que versem sobre o dourado lindo do sol que chega de mansinho. Desanuvio meus pensamentos em palavras que se tornam meus textos de escape, faça sol ou chuva. Nos dias de chuva eu capricho mais. Dizem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *