Só que ainda não, né! Só de brincadeirinha…

Enquanto isso, seguimos com nossas visitinhas rápidas às praias da redondeza, nossas escapadelas em férias, nos finais de semana prolongados e assim vamos namorando apartamentos, casinhas, beiras, ruas, calçadões… O clima, o dia a dia, a alegria contagiante que é viver nesses lugares.

Ô delícia, não sei como tem gente que não curte aquela vibe toda de barulhinho das ondas, catação de conchas e tudo mais? Estamos só pela aposentadoria (ah, só mais uns 15 aninhos de trabalho e pronto), com planos e mais planos de viver à beira-mar.

Praia é um lugar pra lá de bom, juro que se aparecesse uma proposta interessante, tipo uma “filial” do Clínicas, mas é pra já que mala e cuia ficavam prontas! Cinco dias foi o que nos coube nessas férias, cinco e nada mais… Quatro de sol lindo e céu azul! E muito, muito, muito vento! Não fosse o vento e tudo estaria perfeito.

Mas foi perfeito, mais que perfeito, mesmo assim.

Caminhamos muito, andamos, andamos, andamos… Milhas e milhas de areia, concreto, morro e pedras… Provamos os mais diversos cafés e elegemos uma nova cafeteria – post exclusivo logo, logo – pra vida em Torres. A simbiose perfeita entre nossos pés e as areias das praias de Torres, a mistura fiel dos nossos corações com as ruas floridas e coloridas e verdejantes daquele lugar nessa época. Como é que não vamos sentir vontade de ficar, me digam?

Voltamos porque não havia jeito… Prova da faculdade hoje à tarde e a família inteira pra visitar ainda, tudo nesses míseros 15 (menos 8 já) dias de férias, gente! Quase não dá.

E ainda tem a Feira do Livro, a Mostra Casa & Cia, a sessão de autógrafos da Mari Kalil (não posso perder a segunda chance). Agora é acordar todos os dias sonhando com aquele clima de praia, de onda, de calmaria, de paz, de passarinhos cantando e nada mais. Melhor nem pensar, só lembrar!

Aproveitem o final de semana!!!

Beijão,

1 pessoinha leu, curtiu e recomenda esse post!

Nine Copetti

Dizem por aí que já nasci com um livro embaixo do braço. Ando pelas ruas com o olhar pro alto a procurar nuvens que sejam algodão doce e passarinhos que versem sobre o dourado lindo do sol que chega de mansinho. Desanuvio meus pensamentos em palavras que se tornam meus textos de escape, faça sol ou chuva. Nos dias de chuva eu capricho mais. Dizem.

2 comentários

Ana Paula · 14 de novembro de 2013 às 18:32

Oi Nine!
Que bom passar uns dias fora da rotina!
Estava aqui perguntando p o meu marido sobre essa praia, e ele me disse q parece bem bacana, q tem bastante areia e extensão. Quem sabe um dia nao vou…
Meus pais sao filhos de nordestinos, então cresci indo para lá e gosto mt. Mas estou precisando começar a descer no mapa rsrsrs
Curta bastante seus dias de folga. É mt gostoso ter tempo livre para fazer o que a gente gosta…
Bjksss

    Nine Copetti · 14 de novembro de 2013 às 23:08

    Ana Paula, é linda! Embora não tenha águas claras nem tão calmas, é exuberante na natureza que abraça o mar, as pedras, os morros, os contornos da praia! Fora isso, os molhes e o encontro do Rio Mampituba com o mar é bonito de ver! Vale a pena conhecer, principalmente na época do Balonismo, em Maio! Lindo, lindo!

    Beijo enorme pra ti, bom feriado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *