Já faz um tempo que o hospital onde trabalho vem promovendo a arte e a cultura entre seus colaboradores, com diversas ações nos espaços coletivos daqui.

Já tivemos colegas músicos, poetas, artistas plásticos e agora, um aficcionado por fotografia: Álvaro Merlo é médico, professor na UFRGS e apaixonado por fotografia há tempos. Nessa mostra ele expõe seu olhar através da fotografia digital.

“A exposição apresenta fotografias produzidas por Álvaro Merlo em suas recentes viagens ao exterior. As imagens buscam apreender o sentimento de alteridade e identidade ao deparar-se com outros lugares, com outras pessoas. O olhar do fotógrafo é sempre uma escolha. É a escolha de um instante. Cartier-Bresson falava no instante decisivo.

Na exposição Outros Lugares temos o olhar e os instantes decisivos do autor. É o resultado da sua curiosidade e de sua visão de mundo. Isso está expresso na seleção do momento e para onde dirigir as lentes da câmera.

Através dessas fotografias podemos vislumbrar uma mesma humanidade presente em realidades e espaços muito diferentes do nosso. Esse trabalho aponta uma poética onde os lugares são o palco para o desenrolar da vida.

Voltando à questão do instante decisivo, Geoff Dyer demandará: – quem diz que aquele instante é bom? Quem dá esta aceitação? E ele mesmo responde: – é o público. Ao público essa exposição é dedicada.”

Fotografia pra mim é uma espécie de poesia feita com o olhar, é uma materialização do que sentimos através do que vemos e queremos registrar. É mágico.

Essa exposição traz imagens lindas, bem compostas, com contrastes interessantes, são fotografias que nos despertam interesse, nos prendem à tela, nos fazem parar um minuto e imaginar o que o autor daquele retrato estava pensando no momento do clique…


Para quem está tomando gosto pela fotografia ou tem curiosidade, é interessante observar, como aprendizado, as variáveis nas fotos de Álvaro, tempo de exposição, abertura de lente, foco e o resultado dessas combinações em cada uma delas! Ele fez um belíssimo trabalho. Especialmente as fotografias feitas em Istambul e as que revelavam o cotidiano das cidades me fisgaram.

E para quem não gosta de fotografar mas admira esse tipo de trabalho, fica a dica para também conferir de pertinho.

A mostra é aberta ao público, de segunda a sexta (das 10h às 19h) e aos sábados (das 10h às 15h), no saguão do segundo andar do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

Um ótimo final de semana!!!

Beijos,

nine_signature

  Ei, curte aqui, vai! :(

Nine Copetti

Dizem por aí que já nasci com um livro embaixo do braço. Ando pelas ruas com o olhar pro alto a procurar nuvens que sejam algodão doce e passarinhos que versem sobre o dourado lindo do sol que chega de mansinho. Desanuvio meus pensamentos em palavras que se tornam meus textos de escape, faça sol ou chuva. Nos dias de chuva eu capricho mais. Dizem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *