Decidimos de ultima hora ir à estréia de João e Maria no sábado, lá no Itau de Cinemas, antigo Arteplex (infelizmente), no Bourbon Country!

De cara já digo, vale muito a pena!

Pra quem é fã de Van Helsing, é um prato cheio e mais… Me atrevo a dizer que mil vezes melhor! Talvez por misturar um conto infantil – uma fábula dos Irmãos Grimm – por nos fazer viajar no tempo e relembrar a história tal como nos foi contada anos atrás! Eu me lembro perfeitamente quando eles se perderam na floresta e tiveram a ideia das pedrinhas pra marcar o caminho! E quando encontram a casa de doces!!! Nossa… fresquinho na minha cabeça, como se fosse contada todos os dias! Claro que no filme nada é tão encantador como nos contos, mas brilhantemente adaptado!

O filme foi gravado na Alemanha e dirigido por um Norueguês! O cenário são as florestas e vilarejos da época, e a história começa parecida com a dos livros infantis, mas aí se passam 15 anos,  e lá estão os irmãos, prontos para enfrentar qualquer ser sobrenatural, treinados pela necessidade e munidos de todo tipo de arma especial que se pode imaginar!

O legal dessa adaptação é que a história não fica somente na caça às bruxas, vai além: buscar o passado deles, descobrir o porque de serem abandonados na floresta… aí o mistério e a surpresa!!!  Vocês terão que assistir pra saber, ok!!!

Assistimos em 3D, mas pra mim não faz tanta diferença, e gosto mais da história, deixo os efeitos especiais para serem analisados por quem entende, né?!

Momento fofo do filme: um Troll ( uma espécie de ogro, medonho mas adorável) que trabalha para as bruxas capturando as crianças e tal, mas no fundo tem um coração bom, e acaba ajudando Maria… Um verdadeiro cavalheiro, se é que isso é possível dizer de um Troll, né!!!

Dica: Apesar de ser inspirada em um “conto infantil”,não levem crianças pra assistir, a não ser que elas estejam acostumadas a cenas fortes, lutas, sangue e outras cositas nesses termos! Vi algumas mães se retirando com seus filhos no meio da sessão, queixando-se da violência das cenas!

Fora isso, o filme mostra o quanto a união entre irmãos é tão importante e bacana de se manter! Mostra que nem todo monstro é monstro e nem toda bruxa é má!!!

Resumo da opera: amei, levei um susto quando acabou, fechei os olhos em varias cenas, mas mantive a curiosidade durante todo o filme, vibrei junto com cada bruxa má que foi pra fogueira e fiquei feliz quando percebi que o Edward (o Troll) sobreviveu!!!

Sinopse original via Paramount:

Depois de sentirem o sangue na boca quando crianças, João (Jeremy Renner) e Maria (Gemma Arterton) se transformaram em vigilantes máximos, com determinação para vingaça. Agora, João e Maria se tornaram a caça, e sem saberem terão que se confrontar com um mal maior do que as bruxas….o passado.

O trailer oficial, legendado, pra quem quiser ir se preparando:

Fica a dica e quem for me conta o que achou também?
Beijinhos,

  Ei, curte aqui, vai! :(

Nine Copetti

Dizem por aí que já nasci com um livro embaixo do braço. Ando pelas ruas com o olhar pro alto a procurar nuvens que sejam algodão doce e passarinhos que versem sobre o dourado lindo do sol que chega de mansinho. Desanuvio meus pensamentos em palavras que se tornam meus textos de escape, faça sol ou chuva. Nos dias de chuva eu capricho mais. Dizem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *