ARTE E CULTURA

Compartilhando Histórias Reais | Projeto Curadoria

separator
Posted on / by Nine Copetti

“Curadoria é um substantivo feminino. Um ato de cuidado, de zelo e atenção às histórias de mulheres que se dedicam à vidas criativas.”

Esse mundo digital é mesmo incrível. A gente acaba tecendo uma rede de pessoas queridas que acabam alumiando as nossas vidas para além do que podemos imaginar, inspira e motiva cada uma de nós. O impacto do valor que damos à encontros que o universo proporciona, com gente do bem e com propósitos tão bonitos é que nos tornamos mais confiantes no futuro, passamos a acreditar que podemos transformar nossa cidade, nosso país e qualquer outro pedaço do mundo em um lugar melhor.

Encontrar pessoas que também estão nessa busca infinita por sentido, desvendando seus propósitos, participando ativamente desse movimento colaborativo, compartilhando o que aprende, recebendo de coração aberto a sabedoria do outro e abrindo caminho para vida criativa, desmitificando seus medos,  só me faz concluir que o caminho não poderia estar mais certo.

“Uma forma de gerar conexão, inspiração, autoconhecimento, acolhimento e empoderamento através da exposição de processos criativos e histórias sinceras de artistas que enfrentaram seus medos e inseguranças.”

Eu não conheço a Nini Ferrari pessoalmente (ainda) e antes de nos apresentarmos virtualmente – ali, pelo direct do Instagram mesmo – eu já conhecia e acompanhava seu projeto: de compartilhar histórias reais de mulheres que se dedicam às artes visuais e manuais – o Projeto Curadoria vem para transformar a forma como vemos o trabalho artístico dessas mulheres e o quanto elas estão conectadas com essa energia própria de quem carrega a arte no DNA.

Nini (somos quase xarás) se define como uma criativa multipotencial, já trabalhou com fotografia, produção de conteúdo, moda e afins. No seu pacotinho de paixões estão, entre outras coisas: cafés, livros, fotografia, viagens, boas histórias e simplicidade… Já podemos ser amigas?

Acima: registro de Nini Ferrari em mural ilustrado por ela em Bangkok, na Tailândia. (eu amei essa foto)

Prestes a completar seus 3.0 – em viagem para Bali, na Indonésia (ô lugar lindo que um dia quero conhecer) – Nini teve o insight para a curadoria. Percebeu que seus anseios eram também os anseios de outras mulheres. Sendo assim, porque não espalhar para o mundo a história de algumas delas. A busca por inspiração, os projetos notáveis, as pedras no caminho, toda a trajetória de vida, as descobertas pessoais e profissionais, o pulso de criatividade. Tudo cabe nas entrevistas que Nini conduz com doçura e publica em seu site – e nas redes sociais (vou deixar links no final do post).

Acho bacana dizer que suas primeiras entrevistadas foram mulheres que já inspiravam a Nini antes mesmo do projeto existir. O que veio depois disso é aquela teia da qual eu falei no início do post, lindamente tecida por ela e por todas nós, direta ou indiretamente, que acompanhamos, valorizamos e compartilhamos seus trabalhos. São artistas das mais diversas áreas: fotógrafas, bordadeiras, artesãs, ceramistas, ilustradoras… Todas ali reunidas com o mesmo propósito de gerar discussões acerca desse universo criativo feminino, além de ser, no final das contas, uma espécie de vitrine, um espaço para mostrar seus trabalhos em essência. É um verdadeiro círculo de mulheres que se acolhem e se apoiam e juntas ganham força para seguirem criando.

Pra lembrar quem ainda não visitou o site: o Projeto Curadoria contém um verdadeiro tesouro.

Algumas artistas entrevistadas (links nos créditos das fotos):

Foto: Karen Dolorez por Lucas Hirai

Foto: Criola por Athos Souza

Foto: Giselle Quinto por Heloisa Loures

Foto: Kalina Juzwiak

 

As entrevistas já beiram 300 mulheres no Brasil e no mundo. A meta é entrevistar 365 até o final deste ano. <3

E essas histórias vêm como um presente mesmo para quem não é artista. E a melhor parte é que essa rede que tecemos tem muita força e o novo desafio da Nini conta com a ajuda da gente:

O Projeto Curadoria vai virar livroE vai trazer uma seleção de 100 dessas histórias incríveis numa publicação ilustrada de capa dura (essa é a ideia e estou torcendo para que a meta seja atingida logo), onde a Nini vai contar também sobre seu processo criativo enquanto desenvolveu o projeto, seus medos e aprendizados e toda essa rede de apoio que surgiu com a curadoria.

Não sei se todos estão familiarizados com a plataforma de financiamento coletivo do Catarse, mas é tudo muito simples. Nini preparou diversas recompensas e caprichou muito nelas. A gente pode escolher a que cabe no bolso e contribuir para que o livro saia do plano das ideias e se torne real. É só fazer o cadastro, procurar pelo projeto, escolher a recompensa que mais te agrada ou cabe no bolso, a forma de pagamento e voilá!

E se tu tá sem grana, espalha a notícia, compartilha o link do Catarse, chama as amigas pra conhecer o projeto. Toda a ajuda é bem-vinda e, vamos falar sério, o Projeto Curadoria é um projeto inspirador, belíssimo, que merece o nosso apoio! Eu já colaborei e estou ansiosa, torcendo pra que seja um sucesso! Esse é meu perfil no Catarse, se quiserem seguir: Nine Copetti <3

Os links pra quem quiser ficar por dentro de tudo sobre o Projeto Curadoria, com mais detalhes:

Sitehttp://projetocuradoria.com/

Financiamento Coletivohttp://catarse.me/projetocuradoria

Instagramhttps://www.instagram.com/projetocuradoria/

Facebookhttps://www.facebook.com/projetocuradoria/

 

Foto: Nini Ferrari

Toda sorte e amor do mundo, Nini! Sucesso no teu projeto que agora é um pouquinho nosso também! <3

Um ótimo domingo pra vocês, gente! Inspirem-se! Apoiem as artistas mulheres!

E me dêem um oizinho nos comentários, porque estou super feliz de conseguir fazer meu sábado render tanto e falando sobre um projeto que acompanho e admiro tanto! ;)

Beijos,

  Ei, curte aqui, vai! :(

2 Comments

Leave a Reply